C- Membranofones de África

          

            Os tambores africanos assumem uma grande importância nas tradições musicais negro-africano: como se costuma dizer, no ritmo, na dança e no canto. Eles têm funções rituais e sociais, assim como se lhe atribui o símbolo da força do chefe e do clã (são tocados geralmente por homens) chegam a exprimir a identidade profunda de uma música intimamente ligada ou de uma linguagem falada.

            Os tambores africanos geralmente denominados de “tam-tam” são excelentes instrumentos “faladores” que utilizam códigos precisos para a transmissão de mensagens à distância.

            Em certas etnias, os sons modulares, obtidos pela tenção variável das membranas, constitui uma técnica privilegiada da “linguagem dos tambores”. Noutras populações esta linguagem é realizada por tambores de tensão fixa.

            Os grandes tambores cilíndricos e os pequenos tambores completam-se e completam-se entre si. Os primeiros geralmente são constituídos por um tronco de árvore, cuja abertura superior é coberta por uma pele de antílope, por exemplo, atada com lianas bem esticadas. Estes grandes tambores são exclusivamente tocados por homens que os sabem utilizar, com toda a sua pujança. Noutras ocasiões acompanham rituais ou cerimónias (invocações ás divindades, saudações a pessoas ilustres etc.)

            O tambor de axila de forma cintada tem duas peles presas por laçadas de cordas formando um encadeamento entrelaçado na longitudinal.

            De uma maneira geral o músico percute a membrana superior com uma pequena baqueta de madeira coberta de cordas.

            Os diversos tambores africanos hoje em dia já estão preservados em museus ou em colecções privadas.

TAMBORES ÁRABES

O tambor árabe é um tambor de uma só membrana. Chama-se Zar ou Dombak no Irão, Darabukka próximo do Médio Oriente e no Magrebe.
Este instrumento figura quer na música popular quer na música clássica.
O Zarb tradicionalmente é composto por uma caixa cilíndrica ligeiramente mais estreita em baixo e com um pé circular formando uma base. Geralmente está decorado com motivos geométricos; a pele que cobre a caixa é de cordeiro ou de cabrito. A sua dimensão é variável, geralmente vai de 35cm a 45cm de altura. Este instrumento toca-se na horizontal e com as duas mãos, conforme a pressão exercida nos diferentes sítios da membrana pode-se produzir várias alturas de som.

O La Darabukka (versão Zarb) é geralmente conhecida em todos os países árabes. A sua popularidade é tal que o podemos encontrar quer nas festas populares, quer nas familiares, quer no campo como na cidade. Também se enquadra na orquestra tradicional e toma o nome de Tabla ou de Dounbak nas orquestras iraquianas. Na Turquia também o podemos encontrar com o nome de Deblek e o seu uso é unicamente popular.
A Darabukka é formada por uma espécie de bilha de barro cozido com pé côncavo, coberto por uma pele. Geralmente apresenta-se decorado e pintado. Hoje em dia são fabricados em latão ou metal com um circulo de ferro fixo por dois parafusos que regulam a tensão da pele.
Para se tocar este instrumento geralmente coloca-se sob a axila esqueda, em cima da anca, desde que o executante esteja de pé, se ele estiver sentado o instrumento é posto sobre a coxa.
A sua execução é feita com as mãos alternadamente ao centro da pele (com a mão direita) para os batimentos surdos e sobre as bordas com a mão esquerda para os batimentos fortes.

O Tabl-Dahal no Irão, Davuel na Turquia – é um tambor largo cilíndrico com duas peles geralmente atadas. Existem em diferentes tamanhos mas as mais vulgares não ultrapassam os 40cm de altura.
Unicamente para usos populares este instrumento é tocado frequentemente em casamentos juntamente com outros instrumentos, como um par de timbales (Naqqara) e uma gaita.
O seu manuseamento é feito de um lado com uma baqueta e do outro com a mão nua, alternando batimentos surdos e claros.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s